Educação

Aprimoramento na área da educação

Juízes e Promotores da Vara da Infância e da Juventude do
Espírito Santo participam, no período de 19 a 22 de novembro, do Encontro pela
Justiça na Educação na cidade Domingos Martins, a 60 quilômetros de Vitória.
O Centro de Ensino Especial 1, uma escola de Brasília que
trabalha com deficientes auditivos e mentais, está usando a capoeira como
atividade física e tendo ótimos resultados. O trabalho é desenvolvido pelo
professor de Educação física, Fábio Ferreira. São duas turmas, num total de 60
alunos. Em entrevista ao Escola Brasil, Fábio Ferreira diz que a prática da
capoeira ajuda essas crianças a se sentirem menos discriminadas. A prática
também melhora a coordenação motora, a comunicação e a concentração.
O Governo está sempre buscando melhor a educação do cidadão
brasileiro, para que o mesmo possa ter um futuro melhor, e mais uma iniciativa
para isso, foi a criação do Encceja 2019, um
programa que fornece o diploma do ensino fundamental ou médio para jovens e
adultos que não concluíram o ensino.
Resposta de Carta – Denúncia contra prefeito de Bonópolis,
no estado de Goiás – Professores da cidade se organizam e entram na Justiça
contra o prefeito João Albino e sua filha, a secretária de Educação Luciana
Albino. O motivo é não pagamento do salário desde agosto. A cidade recebeu R$
58.358,00 do Fundef, de agosto a outubro. A Lei do Fundef determina que 60%
desse dinheiro seja aplicado no pagamento e na capacitação de professores. A
secretaria de Educação havia dito aos professores que não pagava os salários
por falta de recursos. O prefeito e a secretária não foram encontrados pela
reportagem. As irregularidades em Bonópolis são denunciadas também por dona
Lúcia da Costa Rosa. Em carta ao Escola Brasil, ela reclama do transporte
escolar feito num pau-de-arara há pelo menos 4 anos. Não é a primeira
reclamação sobre o transporte escolar em Bonópolis. Em julho o Escola Brasil
denunciou que o transporte escolar estava sendo desviado para outros fins. (PGM
670)
Luiz Alberto entrevista a psicóloga Rosane de Martim Gama
para falar sobre os limites que os pais devem impor aos filhos, principalmente
quando eles usam a birra como chantagem. O filho de uma ouvinte bate a cabeça
na parede e ela quer saber o que fazer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *